quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Detentos não terão direito a saída temporária em Sergipe


Sejuc diz que nenhum indulto natalino foi concedido em 2014
Os detentos não poderão deixar as penitenciárias para passar o período natalino fora das celas  (Foto: Sejuc)
Nenhum detento das unidades prisionais de Sergipe foi contemplado com indulto natalino [benefício que dá direito à saída temporária para o Natal] neste fim de ano. A informação é da diretoria do Departamento do Sistema Penitenciário (Desip) da Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc).
De acordo com o diretor da Desipe, Agenildo Machado Júnior, o direito a saída temporária durante o período natalino não foi concedido a nenhum interno, por decisão do juiz Hélio Figueiredo Mesquita Neto, da 7ª Vara Criminal.
Vários critérios são analisados pelo juiz ao tomar a decisão de não conceder o direito, mas a conduta dos detentos dentro dos presídios é fundamental para a determinação do juiz, segundo observações de Agenildo Machado.
PM
A Polícia Militar “agradece” a decisão da Justiça da não liberação dos detentos. De acordo com a tenente Evangelina de Deus, auxiliar na 5ª Seção da assessoria de comunicação da PM, o número de ocorrências cresce durante o período em que saídas temporárias são concedidas a presos.
“Quando eles sabem que receberão a saída temporária, eles começam a articular crimes de dentro do presídio, tudo muito rápido. Já tivemos vários casos em anos anteriores. Já prendemos muitos que cometeram crimes durante a saída temporária”, disse a tenente.
“Com certeza, não ter a saída temporária para os detentos facilita o nosso trabalho. E é um benefício para a sociedade como um todo”, completou a PM Evangelina.
Por Helena Sader e Verlane Estácio


Fonte portal infonete sergipe

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Policiais militares de Sergipe comemoram o fim do pré-caju













Os policiais militares de Sergipe na sua maioria que são os praças estão pulando de 
alegria literalmente, como mostra a charge de Clecio Barroso depois de circular na mídia
Sergipana a suspensão do pré-caju 2015.

Nós do blog heróis de farda sabemos o motivo, mas procuramos ouvir pessoalmente alguns 
militares para saber mais e publicar para nossos leitores não policiais saberem que não somos
contra o pré-caju, e sim contra a maneira como ele é realizado, ou era, tendo prioridade total.

Bairro onde é realizado o pré-caju... seguro, restante da cidade... segurança fragilizada

 A cidade ficava fragilizada na segurança em detrimento da segurança do pré-caju pois mesmo o comando colocando policiamento extra (policiais de folga) na região do evento os policiais que não eram escalados no local ficavam numa escala exaustiva tendo que dobrar serviço para dar conta dos dois policiamentos em intervalos de 12 horas , então os policiais cansados, no dia que eram escalados nos bairros procuravam evitar desgastes como rondas ostensivas e abordagens a suspeitos tentando descansar se recuperando ou se preservando para um ou outro serviço, era notório a escassez de viaturas nas ruas durante os dias do evento e o aumento de arrombamentos a residências, estabelecimentos comerciais e roubos.

Aumento no número de atestados médicos apresentados a junta militar de saúde na segunda-feira

Alguns policiais não aguentavam o estresse da carga de trabalho e terminavam apresentando problemas de saúde como pressão alta e até psicológico, mas o mais comum era o atestado por doação de sangue uma estratégia que além de ajudar pessoas enfermas livrava o policial da indesejada escala extra.

Ah, mas o PM ganhava pra isso

Sim, numa festa que movimentava milhões, inclusive verba pública, um simples policial militar, mas  que garantia a segurança do folião, não poderia trabalhar sem receber uma gratificação, mesmo sendo a menor paga aos trabalhadores envolvidos com a segurança da festa.
O que sempre perguntamos, é justo um policial militar ganhar algo entre 75 e 90 reais pra ser obrigado a trabalhar 8 ou 10 horas de policiamento a pé? é justo um policia militar trabalhar e não poder ir a este maravilhoso evento com a família , pois ele estará trabalhando e se estiver de folga, no outro dia fatalmente estará entrando cedo no serviço?

 Os policiais militares eram processados como criminosos quando faltavam ao evento

A 6ª vara criminal chegou a abrir mais de 200 processos contra militares que faltaram ao serviço extra na prévia carnavalesca nos últimos anos, quem não apresentou uma boa justificativa foi acusado de motim e punido com prisão.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Agente de trânsito é presa, processada e condenada ao tentar fazer cumprir a lei

Rio


"Todos são iguais perante a lei..."diz a constituição federal
brasileira, ou pelo menos deveria ser assim








Tudo começou em 2011 quando a agente de trânsito Luciana Silva Tamburini teve um desentendimento com 
o juiz de direito João Carlos de Souza Correa em uma blitze da lei seca, o juiz estava sem CNH e com o carro sem placas no momento da abordagem, informado das infrações que cometera e de que teria o carro apreendido alegou não saber da situação, logo recebeu uma rápida aula de direito de 
   trânsito, sendo informado de que a ninguém é dado o direito de não ser punido por desconhecer a lei o juiz teria se irritado gerando uma discussão, logo deu voz de prisão a Luciana por desacato alegando que ela teria debochado do mesmo.


Luciana também processou o juiz por constrangimento e situação vexatória, mas... quem diria, Luciana perdeu a ação e foi condenada a indenizar o juiz em 5.000 reais.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Cabo Gonzaga, um grande policial que se vai







Os administradores do blog heróis de farda homenageiam o cabo Gonzaga ao tempo que sentem o seu falecimento ocorrido na tarde de hontem na rodovia João Bebe Àgua após o capotamento do seu veículo.

O cabo Gonzaga sempre foi um exemplo de policial, na pm desde 1992, tendo passado pela rádio patrulha entre outras unidades e atualmente lotado no 7º batalhão.

Vai com Deus héroi e irmão.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Vídeo mostrando momento em que PM atira em camelô é acessado e compartilhado por dezenas de milhares de pessoas em rede social e comentários de apoio ao PM predomina


São Paulo







O fato aconteceu quando o policial Henrique Bueno de Araújo dava cobertura a outros dois 
que tentavam imobilizar um rapaz que resistia a prisão.

Preste atenção no vídeo quando um grupo insita populares a libertação do indivíduo ao mesmo tempo um outro que não aparece manda o policial atirar por diversas vezes, total falta de respeito ao trabalho policial e descontrole por parte de alguns baderneiros tentando impor pânico nos policiais.




video




Dezenas de milhares de pessoas se manifestam em rede social e escrevem comentários de apoio ao PM










quinta-feira, 4 de setembro de 2014

PM prende ladrões de gado e apreende cinco armas no Agreste sergipano






Sergipe












A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do Grupamento de Ações Táticas do Interior (GATI) e dentro da Operação Brasil Integrado, conduziu quatro suspeitos de roubo a gado na noite da quarta-feira, 3, nos municípios de Carira e Macambira.
Segundo o capitão George, comandante do GATI, em Carira, a polícia prendeu José Rodrigo de Jesus, suspeito de integrar uma quadrilha que roubava fazendas na região Agreste do Estado, especificamente em Carira, Campo do Brito e Macambira.
No município carirense, também foi preso Gidelson Carvalho Nascimento, de 32 anos, natural da cidade baiana de Pedro Alexandre. De acordo com levantamentos, ele usava de violência contra as vítimas, amarrando-as e levando todos os objetos de valores e dinheiro presentes nos imóveis
Além das prisões em Carira, a guarnição Carcará Extra 01 deteve em Macambira Mário César Medeiros, o César dos Pasteis, de 41 anos, em posse de uma pistola roubada da Polícia Militar. Na cidade, também foi preso um homem apelidado de Nininho, que, segundo informe, intermediou a venda da arma da Corporação.
Apreensões em Carira
Ao final dos trabalhos, em Carira, a polícia apreendeu a motocicleta de placa IAN-1924, usada por Gidelson nos crimes, além de dois revólveres calibre 38 e um calibre 32; uma espingarda calibre 28 e quatro munições de espingarda calibre 20. As armas estavam com José Rodrigo e Gidelson.
O caso foi encaminhado ao Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE), na capital, pela guarnição formada pelo sargento Roberto, cabos Júlio e Marcondes e soldado Rabelo.




sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Xaropinho, menor assaltante morre após troca de tiros com a PM



Sergipe







Carlos Alexandre dos Santos vulgo Xaropinho, 17 anos e com um histórico de vários assaltos na região do parque dos Faróis em Nsª do Socorro foi morto nesta quarta-feira (14) durante troca de tiros com a PM.

Xaropinho junto com três comparsas tentou assaltar um policial militar que passava na localidade, mas houve reação por parte do PM que foi ferido de raspão em um dos braços, mas chamou reforço rapidamente, houve perseguição e após ser cercado no interior de uma residência Xaropinho foi alvejado e morto, um segundo assaltante foi ferido e outros dois menores presos.

Fato curioso

Nas imagens em destaque nota-se um ferimento na barriga do Xaropinho ainda com parte do intestino a mostra, trata-se da abertura cirúrgica para passagem de uma sonda, devido a um ferimento causado por perfuração de tiro desferido por outro policial militar na ocasião de outra tentativa de assalto três meses atrás onde o PM também foi alvejado no braço. 
xaropinho, dessa vez a sonda não vai ajudar na recuperação

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

MENOR QUE MATOU DOIS POLICIAIS NO PARANÁ FOI MORTO EM MENOS DE 24 HORAS

Após ter fugido de uma delegacia e ter matado dois policiais militares  no ato de uma abordagem  por volta das 21:30h do dia 04 (segunda-feira),  o suposto adolescente identificado como Ederson de Paula Teles foi cercado em um matagal e morto a tiros pela polícia após reagir a prisão.
Os PM`s não sabiam da situação do indivíduo e foram surpreendidos ao tentar fazer uma abordagem ao delinquente que consegui desarmar um dos policiais e em seguida executar os dois.
Veja  fotos do assassino de policiais:





Dois heróis mortos a serviço da sociedade


segunda-feira, 28 de julho de 2014

Policiais brasileiros se revoltam com bandido que afirma, "matei porque era policial"



Lei que aumenta punição para quem mata policiais e magistrados não sai do papel, ( e ainda que saia bandido não tá nem aí) enquanto isso bandidos matam policiais covardemente, o policial tem que pensar duas vezes antes de balear um marginal desse tipo, pois se não conseguir provar que atirou pra não morrer vai ser massacrado pela imprensa e pelo ministério público militar.

É por isso que o blog heróis de farda concorda plenamente com as frases de ilustres pensadores e profissionais da lei,

...quem atira em polícia tem que morrer mesmo (tenente cel. Salvador Modesto Madia. rota)


"Bandido que dá tiro pra matar tem que levar tiro para morrer" (promotor Rogério Leão Zagallo)



 Deivis William da Silva,26(foto a direita) aguarda a vez na fila...


Pura verdade




quinta-feira, 26 de junho de 2014

POLICIA MILITAR CONVOCA APROVADOS EM TODAS AS ETAPAS PARA MATRÍCULA E INÍCIO DE CURSO DE FORMAÇÃO


SERGIPE






VEJA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA MATRÍCULA, LOCAL DE APRESENTAÇÃO E LISTA DOS CONVOCADOS AQUI.

domingo, 15 de junho de 2014

Vídeo é postado na internet mostrando o mau tratamento dado a policiais militares durante a copa e percorre redes sociais


Vejam como é tratado o policial que trabalha para garantir a segurança dos torcedores e participantes da copa do Brasil 2014. Isso acontece também em outros estados além do mostrado no vídeo que é o Mato Grosso.





video
vídeo do youtube

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Dois homens são presos pela PM por porte ilegal de armas e assalto, um deles é enteado do secretário da segurança do estado


Eduardo Aragão de Almeida, acusado de roubo, preso pela PM

Ítalo Bruno Araújo Fonseca, segundo acusado preso é enteado
do secretário de segurança pública

Pick-up amarok, usado nos assaltos


Na madrugada de sábado para domingo policiais militares da companhia de policia de turismo POLITUR, 
prenderam em flagrante Eduardo Aragão em companhia de Ítalo Bruno Araújo, enteado do secretário de segurança pública do estado João Eloy.

O fato

Informações passadas pelo ciosp davam conta de que dois indivíduos em uma amarok branca de placas OEQ-6871 estariam fazendo assaltos a mão armada na orla de atalaia, com as as informações passadas os policiais da politur conseguiram localizar já na madrugada a amarok branca e deram voz de prisão aos dois indivíduos que se identificaram como policiais civis mostrando carteiras falsas e não reagiram a prisão.

Os indivíduos foram reconhecidos por um taxista vítima em um dos assaltos, com eles os PM´s apreenderam quatro armas de fogo tipo pistolas todas de uso exclusivo da policia, vasta munição e vários objetos como tabletes, notebooks e celulares provavelmente produto de roubos, a guarnição da PM encaminhou os dois detidos e o material apreendido a delegacia plantonista.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

POLICIAIS MILITARES MERECEM RESPEITO, "COPA DO MUNDO COMPROMETIDA."

A dias da copa do mundo policias militares de vários estados paralisam atividades e deflagram movimentos  conhecidos como greve branca e operação tartaruga.

As reivindicações são uníssonas, reajuste salárial, melhor tratamento e condições de trabalho.
Articula-se ainda paralisações durante a copa.







Conforme o mapa da violência em 2013 o Brasil atingiu níveis acima da média de crimes violentos envolvendo arma de fogo, de acordo com a OMS, organização mundial  de saúde, a média
suportável é de 10 homicídios por 100 mil habitantes enquanto o Brasil chegou a  mais que o dobro desses valores.

De acordo com o mapa da violência os estados mais violentos são Alagoas, Espírito Santo, Pará, Bahia e Paraíba, mas, embora S.Paulo e Rio (sedes da copa) tenham tido uma retraída na violência em meados de 2013 com investimentos na segurança principalmente com a criação das UPP`s no Rio, as ocorrências de crimes aumentaram em 2014 de acordo com informações do ISP, instituto de segurança pública, orgão ligado a secretaria de segurança pública.

Insatisfação dos policiais

Das 27 policias militares do Brasil todas entraram em greve ou fizeram movimentos reivindicatórios do ano de 2012 até hoje, ou alguma está com atividades paralisadas como a PM de Pernambuco está hoje.
A insatisfação com o tratamento dado dos governos estaduais é geral, os salários defasados com anos sem reajuste e regulamentos onde os policiais são tratados pior que bandidos, citamos o estado de Sergipe onde o governador quase conseguiu instituir um regulamento onde o policial poderia ser preso até por ordem da própria esposa e ainda normalizava ao superior espancar o subordinado em caso de descumprimento de ordem.
 Reivindicações de PM´s são quase as mesmas, veja.

Policiais fazem greve branca em vários estados, violência aumenta, sociedade faz justiça com as próprias mãos e surgem justiceiros 

vários governos há anos não dão reajustes as policias militares como exemplo ainda em Sergipe onde a PM não tem reajuste desde 2009 e a discriminação é evidente dentre outras categorias como a policia civil e demais.
No inicio do ano a PM do Distrito federal iniciou uma espécie de operação tartaruga, (atendimento e policiamento em passos lentos), o fato gerou aumento significativo de ocorrências envolvendo roubos e homicídios.

 No Rio de janeiro surgem justiceiros, em grupos jovens agem com agressão contra suspeitos de roubos e outros grupos são mais violentos chegando até a execução.

Em Sergipe governo não atende reivindicações de policiais militares que seguem com efetivo reduzido e em greve branca, em situações diferentes três suspeitos de assaltos e homicídios são capturados e espancados por populares, um deles até a morte, veja aqui. Homicídios, roubos e assaltos a estabelecimentos vêm aumentando significativamente.

PM da Bahia entra em greve no mês de abril e onda de saques e violência tomam conta de Salvador, governador termina negociando e os policiais saem vitoriosos, porém com a prisão do vereador e líder dos policiais Marco Prisco a Bahia corre o risco de nova greve e os policiais falam até em greve branca. 

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Crise econômica leva mafiosos italianos a considerarem buscar empregos ‘de verdade’











Mulheres observam cartazes sobre busca do chefão da máfia siciliana Bernardo Provenzano: líder máximo da Cosa Nostra foi preso, e organização tem enfrentado problemas com a prolongada crise econômica na Europa
Foto: Fabrizio Villa / AFP/28-4-2005








ROMA — A mudança de atitudes e a persistente crise econômica estão golpeando a máfia italiana, dizem autoridades policiais em Palermo, onde um chefe da máfia foi gravado reclamando sobre o colapso do mercado negro das extorsões. Câmeras de vídeo mostraram o chefe — preso — da Cosa Nostra, Giovanni Di Giacomo, lamentando que nos últimos dias seus homens só conseguiram arrancar miseráveis € 5 mil a €7 mil por mês de hotéis e empresas que costumam extorquir. Ele acrescentou que, com tantos estabelecimentos fechando, e tantas pessoas que se recusam a pagar e preferem chamar a polícia, a atividade está deixando de ser rentável à máfia.

Os promotores de Palermo Francesa Mazzocco e Caterina Malagoli investigaram Di Giacomo durante um ano numa prisão em Parma, no Norte da Itália, e o observaram expor preocupações econômicas constantes aos colegas presos e em cartas que mandava da prisão.Figura destacada no poderoso clã Porta Nuova, Di Giacomo sugeriu que a situação era tão sombria para os mafiosos que para os mais jovens poderia ser melhor “buscar um trabalho de verdade”.
— Garantir apoio às famílias das pessoas que estão atrás das grades e suas remunerações tornou-se uma obsessão para os chefões. É a única maneira de afirmar sua liderança e manter a coesão da organização — disse o capitão Piero Ianotti, da polícia de Palermo, ao jornal “La Republlica”.
Di Giacomo também foi flagrado criticando o governador da Sicilia, Rosario Crocetta, em particular a revisão do orçamento planejado para a região pelo político.
— Crocetta, olha o desastre que ele causou. Está cortando tudo — reclamou Di Giacomo.
Crocetta é tido como opositor ferrenho da Cosa Nostra, ao contrário de antecessores no cargo que chegaram a ser acusados, em alguns casos, de associação com a máfia.
— Hotéis estão fechando, mudando de gerência, não há mais trabalho, canteiros de obras — disse o mafioso a um sócio.

Di Giacomo disse que estava planejando arruinar o negócio do célebre chef em Palermo Natale Giunta, que se recusou a pagar por “proteção”. A organização contra extorsão AddioPizzo também foi cogitada como alvo, de acordo com conversas interceptadas por investigadores.
As revelações coincidem com a notícia do ano passado de que uma revisão de orçamento da própria Cosa Nostra estava causando descontentamentos sérios dentro da organização. Os grandes chefões da máfia foram poupados dos cortes, e os mais afetados foram os parentes de mafiosos presos, o que levou suas esposas e namoradas a liderar a reação.
No início da recessão, a previsão era que o crime organizado na Itália poderia prosperar com a crise econômica, com a possibilidade de que as empresas afetadas pela crise de crédito seriam forçadas a aceitar as ofertas de financiamento de fontes do submundo.
Os fatos, porém, e as reclamações sobre o colapso das extorsões sugerem que os mafiosos que confiam em métodos da velha escola de ganhar dinheiro estão sendo duramente atingidos pela longa recessão.


Fonte: oglobo.com

quarta-feira, 16 de abril de 2014

A bela virou fera...




Major feminino da PM do Espírito Santo vira celebridade em rede social com milhares de curtidas e centenas de comentários




Fabiana Silva é major da PM do Rio de Janeiro  e se destacou em uma rede social quando foi divulgado
imagens de uma ação onde ela interveio contra um grupo de indivíduos que se preparava para
uma ação delituosa logo após a desocupação de uma favela no engenho novo.

A policial militar passava próximo ao local quando se deparou com o grupo
com pedras nas mãos em atitude de suspeita,  a policial desceu do carro empunhando sua arma e frustrou a possível ação dos indivíduos que tentavam depredar ônibus que passavam no local, os indivíduos
se evadiram do local e o reforço foi chamado para conduzir a ocorrência.










terça-feira, 18 de março de 2014

"Parece crime combater o crime"

Na guerra contra o tráfico policiais têm que agir com medo e 
sentimento de culpa, diz Arnaldo Jabor ( jornalista e comentarista)

R j



Diante da situação que passam os policiais militares lotados em unidades de policia pacificadoras UPP`s
com a morte de quatro PM`s pacificadores em serviço em pouco mais de um mês, parece
que a PM começa a perder espaço para o tráfico, pecando pela falta de apoio do estado. 







video

sexta-feira, 7 de março de 2014

Soldado baleado no Alemão é o quarto PM morto em UPPs nos últimos cinco meses



Rodrigo de Souza Paes Leme, baleado no peito na noite desta quinta-feira, no Complexo do Alemão, é o quarto PM lotado em UPP morto em confronto com bandidos nos últimos cinco meses. Desse total, três PMs morreram em tiroteios nos Complexos do Alemão e da Penha. Todos os PMs mortos, desde outubro do ano passado, são soldados. Desde o início da criação das UPPs, em 2009, são dez PMs mortos.

Também no Complexo da Penha, em novembro do ano passado, o soldado Melquisedeque Basílio Santos, de 29 anos, foi baleado com um tiro nas costas dentro de um bar, na área conhecida como Vacaria, na Vila Cruzeiro. Um adolescente, de 16 anos, e um morador também foram atingidos durante o tiroteio. PMs que resgataram o soldado contaram que o grupo foi surpreendido por 30 homens com fuzis.

Já em outubro, o soldado Anderson Dias Brazuna, da UPP Cidade de Deus, morreu na Avenida Miguel Salazar Mendes de Moraes, dentro da favela, após ataque de bandidos. Na ocasião, uma guarnição da UPP deteve dois jovens. Antes que os detidos fossem levados para a delegacia, moradores da favela fizeram um protesto e tentaram impedir a entrada dos suspeitos na viatura. Nesse momento, bandidos passaram de moto e efetuaram disparos.

Duas equipes de policiais foram encurraladas, nesta quinta-feira, em favelas com UPPs. No Alemão, Rodrigo de Souza Paes Leme, de 33 anos, foi surpreendido por bandidos armados com fuzis quando patrulhava a área conhecida como Chuveirinho, na favela Nova Brasília, com outros sete colegas, por volta das 18h. Ele chegou morto à UPA do Alemão. Já no Pavão Pavãozinho, em Copacabana, uma guarnição de policiais civis ficou uma hora encurralada quando ia fazer a perícia do local onde bandidos e PMs haviam trocado tiros na quarta-feira.
De acordo com PMs que auxiliaram no socorro, Rodrigo mandou um recado para a família ao chegar na UPA: “Manda um beijo para minha filha, que não vai dar mais não, parceiro”, avisou. Rodrigo tinha o brasão da Polícia Militar e sua matrícula na corporação tatuados no braço direito. Ele era formado há cerca de dois anos e será enterrado às 15h30m desta sexta-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio.
Segundo o major Glauco Schorcht, comandante da unidade, três equipes da Nova Brasília faziam um patrulhamento na região quando um dos militares passou mal. Neste momento, segundo o comandante, todos desceram para buscar socorro. Quando os PMs passaram por uma região conhecida como Inferno Verde, teriam sido recebidos a tiros e revidaram. Neste momento, Rodrigo foi atingido.
No último fim de semana, Rodrigo comemorou o aniversário de seu filho mais novo, Leonardo. Segundo Leni Machado, de 58 anos, vizinha do soldado, que morava no Parque União, em São João de Meriti, Rodrigo amava a corporação.
— Ele era um policial exemplar, que tinha orgulho de vestir a farda. Sempre saía de casa já fardado para ir ao trabalho — contou.





fonte: extra.globo.com

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Governo de Sergipe explora policiais militares e ainda discrimina a classe


O governo de Sergipe como sempre vem discriminando e desvalorizando a classe policial militar, pra ser mais específico durante os dias de PRÉ CAJU onde o soldado da policia militar percebe a título de gratificação por serviço extra o valor absurdo de 80,00, por 8 a 10 horas de serviço o que na verdade deveria ser pago em hora extra tendo como base o salário de cada militar.

VEJA A TABELA ABAIXO ONDE O PC RECEBE TRÊS VEZES MAIS QUE O PM,  O PM A METADE DO GUARDA MUNICIPAL E MENOS QUE UM CORDEIRO DE BLOCO.




terça-feira, 14 de janeiro de 2014

8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO COM A PM APÓS INVADIR QUARTEL


Rondônia


No início da manhã desta segunda-feira (13) vários bandidos fortemente armados invadiram o quartel da  polícia militar no município de Campo novo a cerca de 105 Km de Ariquemes, renderam os policiais e roubaram vários armamentos sendo 02 fuzis, 01 escopeta cal. 12, várias pistolas .40, coletes e uma viatura toyota triton da PM Durante a tomada do quartel da PM o soldado PM Ranvanelli foi baleado no abdômen e socorrido ao município de Buritis.

Após tomar o quartel da PM o bando tomou dois policiais como refém e passaram a realizar roubos em vários comércios da cidade inclusive os dois bancos.

Por volta das 08h e 40 minutos o bando saiu da cidade na viatura roubada sentido município de Monte negro na br 241 onde no Km 90 se depararam com guarnições do GOE e do 7º Bpm, base móvel, NI e guarnições que estavam de serviço nos municípios de Monte negro e Ariquemes e se deslocavam para Campo novo onde ouve intensa troca de tiros esete bandidos foram mortos e segundo informações policiais o oitavo bandido conseguiu fugir e possivelmente está baleado.

Policiais militares do GATE de Porto velho desceram de avião para Buritis de onde pegaram viaturas locais e desceram para o município de Campo novo. Veja as imagens: 


APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
APÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTOAPÓS INVADIREM QUARTEM DA PM 8 BANDIDOS SÃO MORTOS EM CONFRONTO
Fonte: Alerta notícias

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Policia militar frustra sequestro relâmpago


Sergipe







O senhor Edivaldo Alves da Silva,(33), autônomo, passou por momentos de terror no final da manhã
de ontem(31), quando foi abordado por quatro indivíduos armados na rua Simeão aguiar, ao lado do hiper G Barbosa, zona norte de Aracaju, enquanto esperava sua irmã.

No momento do ocorrido os homens, após anunciar o sequestro, o colocaram no banco de trás do seu 
veículo mandando que ficasse calado e ameaçando-o de morte, segundo o senhor Edivaldo 
os homens discutiram durante ação e depois colocaram-no no porta-malas
do veículo.

carro da vítima

Policiais da 3ª companhia do 8º batalhão que já sabiam do ocorrido faziam buscas na região 
quando avistaram o veículo que empreendeu fuga pela estrada do povoado sobrado, houve perseguição e tiros mas, segundo os cabos Nailson e Galdino, tiveram que manter distância e cautela para não atingir a vítima que estava sob a posse dos
sequestradores, até que em dado momento os indivíduos pegaram uma estrada sem saída 
com acesso a um matagal onde abandonaram o carro com a vítima dentro
 do porta-malas e empreenderam fuga a pé, em 
seguida o sr Edivaldo foi libertado pelos policiais, sem ferimentos mas muito abalado.

 Uma hora depois do ocorrido policiais do choque conseguiram prender
um dos autores do sequestro no bairro São Carlos enquanto os outros três conseguiram fugir.

Alex Gomes preso por participar do sequestro